Posts Sinterpa

Assentamento Itamarati comemora Dia do Agricultor Familiar com exposição de trabalhos‏


Campo Grande (MS) – Em reconhecimento ao trabalho do homem do campo, o assentamento Itamarati, do município de Ponta Porã, por meio da Associação Assentamento Itamarati Gerando Vidas (AAIGV) e da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), realizou o “I encontro de agricultores e agricultoras”. O evento foi promovido no sábado (25), data em que se comemora o Dia do Agricultor Familiar.

Segundo a técnica da Agraer, Mariza Dahmer, o encontro além de fazer referência ao pequeno produtor ainda propôs um momento de reflexão quanto aos desafios e avanços da agricultura familiar na atualidade. “O encontro foi promovido com esse intuito mesmo de homenagear o agricultor familiar, essa figura tão importante no meio de produção. Hoje, mais de 70% dos produtos que compõem as refeições diárias dos brasileiros são frutos dos trabalhos dos pequenos produtores”.

O evento envolveu desde a exposição e comercialização de produtos até apresentações culturais. Para a agricultora Mariluci Foresti, proprietária do sítio São José, o “I Encontro de Agricultores e Agricultoras do Assentamento Itamarati” foi um momento de descontração e prestígio. “Não é só uma questão financeira, de vender o produto. Mas é a oportunidade de mostrar as pessoas de fora o que estamos fazendo e o nosso trabalho não ficar escondido”, conta.

A estimativa é de que mais de 200 pessoas tenham participado. Dados da Agraer apontam que o Assentamento Itamarati é considerado um dos maiores do País, com 50 mil hectares de extensão e quase três mil famílias assentadas.

Devido a sua grande extensão territorial, a Agraer possui uma base dentro do Itamarati para facilitar o atendimento às famílias que ali residem. “Estamos aqui desde o ano de criação do assentamento em 2002. Atendemos as famílias em tudo o que envolve políticas públicas da agricultura familiar. O escritório tem sua importância porque devido ao tamanho do assentamento é mais viável ter um atendimento próximo do que as pessoas terem que ir até o centro de Ponta Porã para buscar os serviços da Agência”, afirma o coordenador da Agraer de Itamarati, Gilberto Rodrigues.

Para dar assistência técnica as quase 3 mil famílias agrícolas do Itamarati a equipe da Agraer conta com dois técnicos agropecuário, um zootecnista, dois engenheiros agrônomos, sendo um voltado para a linha de pesquisa, uma assistente social e uma educadora.

A realização do I Encontro de Agricultores e Agricultoras do Assentamento Itamarati também contou com o apoio da Associação de Produtores Orgânicos de Mato Grosso do Sul (Apoms), Banco Comunitário e ITA.

Fonte: Aline Lira/ Assessoria de Comunicação - Agraer

Siga
  • Facebook B&W
  • Google+ B&W
Posts Recentes