Cultura do maracujá é tema de dia de campo em assentamento de Três Lagoas

Agricultores familiares da região do Bolsão de Mato Grosso do Sul vão participar na próxima terça-feira, dia 3 de maio, do “Dia de Campo sobre a Cultura do Maracujá”. A capacitação será na propriedade do agricultor Roberto Mazetto da Silva, no Assentamento 20 de Março, em Três Lagoas, a partir das 8h30. O evento é uma realização do governo do Estado, através da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural).

  

Atualmente, Mato Grosso do Sul produz menos de 5% do maracujá que a população consome, sendo que os principais produtores estão na região central do Estado - Campo Grande, Bodoquena, Jaraguari, Dois irmãos do Buriti, Sidrolândia e Terenos.

 

Para tentar fomentar e expandir esta cultura no Estado, um projeto desenvolvido por pesquisadores da Agraer está avaliando seis cultivares de maracujazeiro-azedo, que foram plantados em unidades experimentais em Três Lagoas e em Campo Grande. Esse projeto que é financiado pelo Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul) é coordenado pela engenheira agrônoma Dra. Aline Mohamud Abrão Cezar, com a colaboração das engenheiras agrônomas Dra. Olita Salati Stangarlin e Sônia Hissae Komori.

 

“Um dos desafios aos produtores que pretendem trabalhar com o maracujá é a escolha da cultivar correta, devido isso, este experimento está sendo desenvolvido, de forma a proporcionar aos produtores de Mato Grosso do Sul informações técnicas consistentes em relação a estas seis cultivares avaliadas. E com os resultados deste trabalho, poderemos indicar a cultivar que melhor se desenvolve ao solo e ao clima sul-matogrossense”, afirma a engenheira agrônoma e pesquisadora da Agraer, Dra. Aline Mohamud Abrão Cezar.

 

Por isso, este dia de campo será realizado para apresentar essa tecnologia aos pequenos produtores e demostrar aos participantes o desenvolvimento e as avaliações do experimento, já que as cultivares estão com frutos. A propriedade rural que será realizado o dia do campo é um dos locais onde foram conduzidos os experimentos.

 

Segundo a pesquisadora Aline, no dia de campo, será discutido a organização produtiva da cultura do maracujá, as necessidades da cultura quanto à clima, solo, sobre seu plantio, espaçamento recomendado, produção de mudas, cultivares existentes, pragas e doenças que afetam a cultura e sobre custo de produção.

 

As seis cultivares que estão sendo avaliadas no experimento são: BRS Gigante Amarelo, BRS Sol do Cerrado, BRS Rubi do Cerrado, IAC 275, FB 200 e FB 300.

 

Serviço: “Dia de Campo sobre a Cultura do Maracujá”

Data: 03 de maio de 2016 (terça-feira)

Horário: a partir das 8h30

Local: Assentamento 20 de Março – Lote 48 – Três Lagoas/MS
Informações: (67) 3521-2986

 

Por: Assessoria de Comunicação

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Siga
  • Facebook B&W
  • Google+ B&W

Posts Sinterpa