Reforma administrativa pode atingir em cheio setor da agricultura de MS

Notícias publicadas nessa quinta-feira (9) na imprensa sul-mato-grossense dão conta de que o governo do Estado deve extinguir duas importantes secretarias. A reforma administrativa do Executivo deve ser encaminhada na próxima semana para a Assembleia Legislativa.

 

Em diversas entrevistas, o presidente da Assembleia, o deputado estadual Junior Mochi, revelou que a reforma deve culminar com a extinção da Sehab (Secretaria de Estado de Habitação) e Sepaf (Secretaria de Estado de Produção e Agricultura Familiar). As pastas deverão ser incorporadas à Seinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura) e Semade (Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico), respectivamente. A Agraer é um dos órgãos ligados a Sepaf.

 

Segundo o deputado, a intenção do governo é entregar o projeto semana que vem na casa de leis, para explicar as propostas, que incluem também corte de pessoal. “Eles comentaram que existe um estudo para Habitação ficar na pasta de Infraestrutura e a possibilidade da Agricultura Familiar ficar dentro da Semade. Não está confirmado, o governo está estudando”, disse ao site Campo Grande News.

 

Na semana passada, o governador Reinaldo Azambuja já tinha dito que das atuais 13 secretarias deve ficar entre 10 e 11. O chefe do executivo também confirmou que haverá um encolhimento de cargos em comissão, mas sem citar números. “Buscar o tamanho ideal que o governo consiga executar políticas pública. A reforma é para gastar menos com o governo e gastar mais com a população”, comentou.

 

Por: Assessoria de Comunicação do Sinterpa

Foto: Agraer

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Siga
  • Facebook B&W
  • Google+ B&W

Posts Sinterpa