Posts Sinterpa

Mulheres na Agroecologia: oficina discute processo de sistematização


Entre os dias 7 e 9 de março, na sede do Sinterpa, está sendo realizada a “oficina de sistematização de experiências na agroecologia”. O encontro é organizado pelo Núcleo de Agroecologia da Extensão, Ensino, Pesquisa e Saberes Tradicionais do Mato Grosso do Sul (NEA), da Agraer, cujo objetivo é planejar os próximos passos da sistematização e planejamento para os trabalhos dentro do Estado.


As oficinas são voltadas aos agricultores, técnicos de Ater (Assistência Técnica e Extensão Rural), acadêmicos e membros de entidades estaduais de agroecologia.


A atividade busca refletir e qualificar a prática de sistematização das experiências agroecológicas. Segundo a coordenadora do projeto na Agraer e engenheira agrônoma, Francimar Perez, o desafio é dar visibilidade das experiências e fomentar uma rede articulada em torno de uma proposta de desenvolvimento solidário sustentável.


“Precisamos sistematizar e aprender a divulgar os trabalhos, multiplicar esse conhecimento. De nada adianta um excelente trabalho se não conseguimos superar as barreiras locais. Precisamos aprimorar e ampliar os trabalhos de agroecologia do nosso Estado”, destacou a coordenadora.


Os resultados obtidos na oficina, bem como os melhores trabalhos de agroecologia do Estado, serão apresentados no 10º Congresso Brasileiro de Agroecologia que será realizado de 12 a 15 de setembro, em Brasília.


Mulheres na Agroecologia

A engenheira Francimar destaca também que a maioria das coordenadoras da oficina e dos 45 participantes é formada por mulheres, o que demonstra a força feminina na agricultura familiar e na agroecologia.


“As trabalhadoras rurais estão fazendo a diferença no campo. Um exemplo de protagonismo das mulheres no movimento agroecológico é o grupo produtivo das produtoras do Assentamento Itamarati. As trabalhadoras rurais atuam na produção de alimentos e artesanatos, além de participarem diretamente na comercialização através da venda direta aos consumidores na feira que ocorre no município”, comentou Francimar. As técnicas da Agraer que trabalham com este grupo também estão participando da oficina para aprimorar e expandir a atividade local.


Dia Internacional da Mulher

Neste 8 de março, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, durante a oficina haverá atividades culturais, como a apresentação da cantora Ana Cabral.


A oficina é uma realização da Agraer e da Associação Brasileira de Agroecologia (ABA), com financiamento do MDA/CNPQ.


Por: Assessoria de Comunicação do Sinterpa

Siga
  • Facebook B&W
  • Google+ B&W
Posts Recentes