Posts Sinterpa

Nota de Repúdio ao Governo do Estado


Terceiro ano consecutivo de reajuste zero aos servidores públicos


O Fórum dos Servidores Públicos do Mato Grosso do Sul vem a público manifestar seu repúdio à atitude do Governo do Estado de não reajustar os salários dos servidores públicos estaduais, alegando que houve queda na arrecadação devido à "crise", porém, continua a conceder e renovar isenções fiscais para diversos setores da indústria e agronegócio sem critérios definidos e garantias de benefícios à população do Estado.


E, na contramão do discurso de crise insiste em contratos milionários de serviços terceirizados, que poderiam sustentar a folha de pagamento dos servidores por vários anos, quando não os reajusta pelo índice inflacionário, com pagamentos retroativos. Não age com transparência e apenas mostra uma parte dos fatos.


Mesmo que haja crise, os servidores estão abertos ao diálogo verdadeiro, para que realmente sejam ouvidos, e, sobretudo tenham suas necessidades atendidas. Desde o início deste mandato, não houve sequer reposição inflacionária e o poder aquisitivo dos funcionários públicos tem diminuído drasticamente.


O anúncio do reajuste zero foi feito no dia 31 de maio, data final estipulada para negociação, durante reunião do Fórum Dialoga. Esse fórum teria sido criado para que a categoria e o governo mantivessem o diálogo constante e construíssem juntos, governo e servidores, aliança para o avanço e desenvolvimento das carreiras. Porém, a política de diálogo do governo consiste em informes, onde não há um contraponto e nas duas oportunidades em que o Fórum Dialoga se reuniu com os representantes das categorias, em 2017, não foi tratado o reajuste salarial linear.


A Secretaria de Administração também recebeu, separadamente, os representantes das categorias para obter os pleitos, porém apenas recebem as categorias para reiterar pontos discutidos desde o início da gestão, pois os avanços, inclusive, garantidos em lei, sequer são cumpridos, isso quando não ameaçam sua retirada.


O arrocho da “crise” está caindo somente sobre o servidor público, porque os apadrinhamentos se perpetuam e o governo continua indicando comissionados indiscriminadamente.


Além disso, os servidores estaduais estão há três anos amargando a falta de reajuste salarial, enquanto a inflação corrói os seus salários. Muitas promessas são feitas, mas poucas são cumpridas. Os servidores encontram-se cada dia mais desmotivados, pois enquanto aparece um discurso de crise econômica pelo Governo, a realidade encontrada pelo cidadão é que o dinheiro que poderia ser investido na sua estrutura e valorização é esbanjado em eventuais esquemas milionários de corrupção.


Os servidores públicos estaduais nada mais esperam que esse Governo do Estado o trate com o respeito do discurso de campanha, em que o SERVIDOR É O MAIOR ATIVO DO ESTADO!


Entidades sindicais e representantes de classe que subscrevem:


SINDIJUS-MS

SINPAP-MS

SINDETRAN-MS

SINTERPA

ABSSMS

SINTSS-MS

SINPOL-MS

SINDAGE-MS

SINDER-MS

ACP

SINDAFAZ-MS

SIGEASFI-MS

FETEMS

APBM-MS

DIEESE-MS

SINDASP

SINTED-MS

SINSEMP-MS

SINSAP-MS

SIFEMS

ADEPOL-MS

AOF-MS

Siga
  • Facebook B&W
  • Google+ B&W
Posts Recentes