Posts Sinterpa

Projeto Horta Saudável visa benefícios terapêuticos em Antônio João

O escritório municipal da Agraer de Antônio João, em parceria com a Secretaria de Municipal de Saúde, desenvolve o projeto chamado “Horta Saudável”, que se utiliza das técnicas de cultivo de hortaliças para auxiliar na prevenção e no tratamento de pacientes portadores de algumas patologias (hipertensão arterial, diabetes, obesidade, etc).


A ideia é utilizar o cultivo de folhosas como terapia, em uma atividade relativa a confecção de canteiros, preparo de solo, plantio, adubação, carpinas e colheitas. O projeto é desenvolvido através da equipe do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF), com a participação do professor de Educação Física e especialista em Saúde, Sérgio Ortega, junto ao engenheiro agrônomo da Agraer, Welvis Silva.


O engenheiro agrônomo da Agraer, Welvis Silva, responsável pela assistência técnica da horta do projeto, explica que vem aplicando técnicas que contribui com a função terapêutica. “Estou desenvolvendo algumas ações de manejo que agregam valores as atividades de produção, como: manejo do solo, plantio de mudas, manejo com as daninhas, aplicações de defensivos naturais, adubações em cobertura, irrigações e colheita”.


“A realização de atividades viabiliza a expressão, a espontaneidade, o conhecimento das potencialidades e das limitações dos pacientes e promove o desenvolvimento em diversos aspectos emocional, social, intelectual e físico, possibilitando que o paciente adquira maior grau de independência e autonomia”, explica o engenheiro agrônomo.


Já o educador físico Sergio Ortega diz que o projeto é muito importante para população como incentivo a mudar o estilo de vida. “A má alimentação vem trazendo cada dia mais problemas para a saúde pública, fazendo com que as pessoas desenvolvam doenças crônicas. Além disso, a pessoa aprende técnicas de como produzir seu próprio alimento de forma saudável e isso melhora sua qualidade de vida”.


Para dona Isidora Vareiro, que é hipertensa, o projeto tem sido de grande utilidade para a manutenção de sua saúde. “Minha pressão arterial está controlada, não sinto mais dores no corpo, não sinto mais tonturas, estou dormindo bem e, acima de tudo, estou tendo minha salada saudável que eu mesma produzo”.


“Sempre produzi meus alimentos, sempre tive o contato com a terra, manuseando hortaliças, e quando me mudei para a cidade já não pude realizar essas tarefas. Então, o projeto Horta Saudável é de grande importância para mim e outras pessoas que precisam”, afirma dona Isidora.


Por: Assessoria de Comunicação da Agraer

Fotos: Agraer


Siga
  • Facebook B&W
  • Google+ B&W
Posts Recentes