Fórum dos Servidores faz ato contra reforma estadual da previdência

 

Nesta quinta-feira (9), o Fórum dos Servidores Públicos, formado por representantes de entidades sindicais, entre elas o Sinterpa, fez uma manifestação na Assembleia Legislativa. Foi a primeira ação concreta do grupo contra a reforma estadual da previdência.

 

A intenção dos manifestantes foi pressionar os deputados estaduais a votarem contra a proposta do Executivo, que prevê o aumento da alíquota de contribuição do servidor de 11% para 14% e do patronal de 22% para 28%. A medida prejudica os mais de 70 mil servidores públicos estaduais, entre ativos, inativos e pensionistas.

 

Durante o protesto, a sessão chegou a ser interrompida por duas vezes. Pedro Kemp, João Grandão e Amarildo Cruz manifestaram apoio aos servidores públicos estaduais. "O governo divulga um déficit da previdência no Estado de R$ 1,2 bilhão, mas não mostra como essa conta é feita. Queremos debater amplamente esse assunto para que essa questão que pode causar grandes prejuízos aos servidores públicos de Mato Grosso do Sul seja resolvida da melhor forma possível", pontuou Amarildo Cruz.

 

Representando os trabalhadores do Fórum dos Servidores, o presidente da Fetems, Jaime Teixeira, usou a tribuna e destacou que os sindicalistas são contra a aprovação de qualquer projeto que não tenha sido discutido com as partes envolvidas. "Não deixaremos passar na Assembleia Legislativa. É evidente que aumentou o número de aposentados e temos preocupação com nossa aposentadoria, mas não podemos aceitar uma Reforma Previdenciária que vem arrebentando com tudo", disse.

 

Teixeira ainda elencou algumas medidas para aumento de receita do governo estadual, como a redução de 50% dos incentivos fiscais, combate à corrupção, diminuição dos cargos comissionados, auditoria da dívida com a União e retirada das gratificações e verbas indenizatórias.

 

Deliberação

Após a manifestação, os integrantes do Fórum convocaram uma reunião para esta sexta-feira (10), com o objetivo de traçar um calendário de ações contra a proposta. Na avaliação dos sindicalistas, o governo quer jogar a conta da dilapidação histórica da previdência estadual na conta dos servidores.

 

No encontro, também serão definidos detalhes da proposta do Fórum para audiência pública "Déficit da Previdência - Sem Transparência, o Servidor Paga Essa Conta!", que acontece na próxima terça-feira (14), às 13h30, na sede da Fetems, em Campo Grande.

 

A audiência será realizada por iniciativa do deputado Amarildo Cruz, atendendo solicitação do Fórum dos Servidores.

 

Por: Assessoria de Comunicação Sinterpa com informações da Assembleia Legislativa

Foto: Toninho Souza (Assembleia Legislativa)

 

 

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Siga
  • Facebook B&W
  • Google+ B&W

Posts Sinterpa