Posts Sinterpa

Campanha “16 Dias de Ativismo” é promovida em Ivinhema com apoio da Agraer


Com a intenção de sensibilizar as famílias quanto ao combate à violência doméstica contra a mulher e à violência de gênero, a Agraer de Ivinhema firmou uma parceria com a Secretaria de Assistência Social do município e Coordenadoria da Mulher. A ação faz parte da campanha “16 Dias de Ativismo”, uma mobilização mundial que ocorre em mais de 160 países.


Durante o mês de novembro, a assistente social da Agraer, Mayara Bardelli, ministrou palestras sobre “16 Dias de Ativismo – Pelo fim da violência contra a mulher” destacando os tipos de violência doméstica: física, psicológica, sexual, moral e patrimonial. Bardelli também falou sobre datas importantes como 25 de novembro, que é o “Dia Internacional da não violência contra as mulheres” por causa das irmãs Mirabal (ativistas políticas assassinadas em 1960, na República Dominicana), e do dia 6 de dezembro, data em que aconteceu um massacre de 14 mulheres estudantes de Engenharia no Canadá.


As atividades foram realizadas com grupos de famílias nos assentamentos São Sebastião, Gleba Santa Luzia, Colônia Quente, Vila Cristina e também na unidade da UEMS. As ações foram desenvolvidas em parceria com as equipes do Centro de Referência de Assistência Social (Cras Triguenã e Cras Itapoã).


O ativismo é uma mobilização, neste sentido, a campanha convoca a todos para se comprometerem com essa luta. É um alerta sobre a necessidade de erradicar a violência contra a mulher.


Dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública apontam que Mato Grosso do Sul tem a maior taxa de estupro e violência contra mulher do país. Em 2016, 1.458 pessoas foram abusadas sexualmente no Estado. Além disso, o número de crimes violentos letais intencionais contra mulheres aumentou 22,9%, passou de 83, em 2015, para 102, no ano passado.


Por: Assessoria de Comunicação Sinterpa

Siga
  • Facebook B&W
  • Google+ B&W
Posts Recentes