Dourados sedia workshop que destaca importância das plantas medicinais

 

Políticas públicas, bioenergia, permacultura, conservação e cultivo das plantas medicinais. Esses são alguns dos temas abordados durante o 19º Workshop de Plantas Medicinais de Mato Grosso do Sul, que começou nesta quarta-feira (06), em Dourados. Durante o evento também acontece o 9º Empório da Agricultura Familiar, com uma feira de produtos orgânicos e artesanais dos produtores dos assentamentos rurais da região.

 

De acordo com a pesquisadora e coordenadora da Cepaer/Agraer, Ana Cristina Araújo Ajalla, o evento traz informações para os profissionais da área e para o público sobre a relevância e o uso adequado dessas espécies, amenizando os riscos de extinção.“É um workshop que mantém viva a discussão sobre a importância das plantas medicinais e plantas nativas do Cerrado e essa troca de conhecimento e de informação contribui para a preservação dessas espécies”, avalia.

 

O Workshop é voltado a estudantes, pesquisadores, profissionais e demais interessados. A organização é da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD).

 

Programação

O tema central é “Conservação e uso com segurança das plantas medicinais”. Serão realizadas palestras, apresentação de trabalhos, oficinas e minicursos, exposição com vasos, mudas e produtos artesanais de plantas medicinais, além de visitas ao Horto de Plantas Medicinais da UFGD.

 

Os pesquisadores da Agraer Ana Cristina Araújo Ajalla e Edimilson Volpe vão ministrar a palestra “Conservação e cultivo da guavira e baru” na quinta-feira (07), às 13h.

 

“Vamos falar da importância histórica e cultural da guavira, que hoje é fruto símbolo de Mato Grosso do Sul, da potencialidade comercial e apresentar os resultados de 10 anos de pesquisa relacionados ao cultivo. O baru é outra espécie nativa com grande potencial de comercialização e, na nossa apresentação, está relacionado ao sistema integrado de produção, que é o cultivo do baru alternado com a guavira e outras espécies, que visa a agricultura familiar”, esclarece a pesquisadora e coordenadora da Cepaer/Agraer, Ana Cristina Araújo Ajalla.

 

O evento acontece no auditório da Agronomia, localizado na Unidade 2 da UFGD, Cidade Universitária, Rodovia Dourados-Itahum, KM 12.

 

Veja abaixo a programação completa:

 

Dia 06/06/2018 - Quarta-feira

07h30 – 08h30 Inscrições, credenciamento e entrega de materiais

08h30 – 09h00 Abertura do evento com apresentação cultural.

09h00 – 10h30 Políticas públicas voltadas à inserção das plantas medicinais e fitoterapia nos cuidados primários em saúde - SUS- Fernanda Savicki de Almeida - FIOCRUZ

10h30 – Sorteio de brindes

10h30 – 12h00 – Apresentação de trabalhos em pôster

12h00 – 13h30 – Programação cultural e visitas ao Horto de Plantas Medicinais e Aromáticas da UFGD, em Dourados.

13h30 – 14h00 - Apresentação oral de trabalhos

14h00 – 15h30 - Plantas Medicinais na prática Bioenergética – Maria Paschoalina Barbieri - Associação Bioenergética Mato-grossense

15h30 – Lançamento do livro “Hortas: conhecimentos básicos” – Prof. Néstor Heredia Zárate/Profª Maria do Carmo Vieira - UFGD

15h45–17h00 – Princípios da Permacultura e cultivo agroecológico de plantas medicinais – Adriana Farina Galbiati – Permacultora - Campo Grande-MS

17h00 – Sorteio de brindes

 

Dia 07/06/2018 - Quinta-feira

07h30 – 09h00 “Cultivo de plantas medicinais brasileiras e exóticas"” – Ílio Montanari Júnior – CPQBA-UNICAMP

09h00 – 9h30 – Apresentação oral de trabalhos

9h30 – 11h00 – Terapia floral para a saúde emocional da família – Tatiana Rojas Rodrigues – Terapeuta Floral pela Asterflor-MS - Dourados-MS.

12h00 – 13h00 – Programação cultural e visita ao Horto de Plantas Medicinais e Aromáticas da UFGD, em Dourados.

13h00 – 14h00 – Conservação e cultivo da guavira e baru – Ana Cristina Araújo Ajalla e Edmilson Volpe - AGRAER

15h30 – 17h00 - Apresentação de trabalhos em pôster

 

Dia 08/06/2018 - Sexta-feira

07h30 às 11h00

OFICINA PRÁTICA: Produção caseira de fitoterápicos com qualidade e seus usos com segurança (duas turmas com 30 vagas cada uma). Marisa Bento Martins Ramos; Heldo Denir; Joana Darc de Lima Miguel.

 

MINICURSOS:

1. Produção de mudas de plantas medicinais – Cleberton Correia Santos (Tecnólogo em Ecologia) e Orivaldo Benedito da Silva (Biólogo) (25 vagas)

 

2. Vivência: Cultura da floresta, a medicina natural e bioenergia - Maria Paschoalina Barbieri - Associação Bioenergética Mato-grossense (30 vagas)

 

3. Alimentos Funcionais e seus Benefícios à Saúde - Luan Ramos da Silva - Engenheiro de Alimentos – UFGD (30 vagas)

 

4. Ilustração científica - Mário Ribeiro Marques Filho – Escola Nacional de Botânica Tropical – Jardim Botânico RJ (25 vagas)

 

5. Métodos de obtenção e caracterização de óleos essenciais – Érica Rodrigues Costa – Doutoranda Recursos Naturais UEMS (25 vagas)

 

6. Visita técnica à área de Plantas Alimentícias Não Convencionais na Embrapa/CPAO – Liliane Aico Leonel -AGRAER (25 vagas)

 

7. Toxicologia na Fitoterapia - Flávio Henrique Souza de Araújo - Doutorando em Ciências da Saúde/UFGD. (10 vagas)

 

11h00 - Encerramento

 

Serviço

19º Workshop de Plantas Medicinais de Mato Grosso do Sul e 9º Empório da Agricultura Familiar

Data: De 06 a 08 de junho

Local: Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD – Unidade II - Rodovia Dourados a Itahum, km 12 (em frente ao aeroporto)

​Inscrições: custo R$ 30,00; devem ser feitas exclusivamente pelo site http://www.wsplantasmedicinais.com.br.

 

Por: Assessoria de Comunicação Sinterpa

Foto: Ademir Telado

 

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Siga
  • Facebook B&W
  • Google+ B&W

Posts Sinterpa