Diretor-presidente da Agraer permanece no cargo e mantém diálogo com sindicato

14.01.2019

A edição extraordinária do Diário Oficial de Mato Grosso do Sul, publicada no último sábado (12), trouxe a confirmação da permanência de André Nogueira Borges no cargo de diretor-presidente da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer).

 

A lista de nomeações inclui servidores públicos comissionados e integrantes do segundo escalão da administração do governador Reinaldo Azambuja, como secretários-adjuntos e presidentes de fundações.

 

Na Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), a permanência de Jaime Verruck já havia sido confirmada, com a posse dos secretários no dia 1º de janeiro.

 

O diretor-presidente da Agraer, André Nogueira, acredita que a permanência no cargo é resultado de todo o empenho dos servidores. “Minha permanência é fruto do trabalho de todos os funcionários, principalmente nesse ano de 2018. Nós trabalhamos muito a parte de compra de equipamentos para a agricultura familiar, fortalecendo o campo. E mesmo sem receber recurso específico, realizamos um trabalho em conjunto com o Incra, com quase 13 mil atendimentos para a regularização dos assentamentos, e acreditamos que isso vai resultar em novas contratações do Pronaf, novos recursos de crédito no Estado e repercutir no crescimento da agricultura familiar”, afirmou.

 

Para a nova gestão, o diretor-presidente destaca questões como a agroindústria e a comercialização dos produtos da agricultura familiar, além da continuidade da regularização e titulação dos assentamentos.

 

O Sinterpa aprovou a continuidade de André no cargo. “É um servidor de carreira e sabe dos desafios e problemas da agência e do serviço prestado de extensão rural e assistência técnica. Além disso, vamos poder continuar com a parceria com a instituição”, avalia o presidente do sindicato, Edimilson Volpe.

 

André Nogueira reafirmou o compromisso de dialogar com o sindicato e lembrou algumas conquistas da categoria, como o destravamento dos processos da progressão das letras, que visa a correção dos níveis dos servidores. “Foram mais de 200 processos que nós estamos revisando na Agraer, e, diariamente, assinando para que os servidores possam ser reenquadrados e receber o que é justo. Que o sindicato continue fazendo as discussões, lutando pela categoria. Nós continuamos parceiros do sindicato”.

 

Por: Adriana Queiroz/Assessoria de Comunicação do Sinterpa

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Siga
  • Facebook B&W
  • Google+ B&W

Posts Sinterpa