Posts Sinterpa

Projeto de hortas urbanas de MS começa a mudar cenários na capital


Uma parceria do Governo do Estado (Semagro/Agraer) com a Prefeitura de Campo Grande (Sedesc) e o Governo Federal, tornou possível a efetivação das hortas urbanas em Mato Grosso do Sul. Na última segunda (21), a horta da Escola Municipal 'Fauze Scaff Gattass Filho' recebeu a visita da comitiva do Governador Reinaldo Azambuja que acompanhado dos secretários Jaime Verruck e Eduardo Riedel visitaram a estufa, a horta e conversaram com a comunidade.


Na oportunidade, o secretário Jaime reforçou a importância da união de governos e a comunidade pelo sucesso do projeto e falou sobre a Usina inaugurada recentemente na Ceasa que dará destinação adequada para 100% de seus resíduos (cerca de 100 toneladas por mês) e garantirá a devolução de 8 a 10 toneladas de adubo orgânico que serão destinadas as hortas urbanas instaladas em todo Estado, assim como as mudas de hortaliças. “Esse é o Governo do estado mostrando como é fazer economia circular, como aproveitar 100% dos produtos”, completou.


Jaime lembrou ainda que sete patrulhas mecanizadas já entregues pelo Governo do Estado trabalham no projeto que tem como objetivo melhorar a alimentação das famílias, promover a educação ambiental e a agroecologia, contribuir com a reeducação alimentar e redução do desperdício de alimentos, comercialização do excedente, incentivo à produção familiar de hortaliças beneficiando escolas da rede Municipal urbana e rural, Escolas da Rede Estadual, Instituições que atuam no campo social, comunidades em situação de risco alimentar e associações comunitárias.


“Agraer terá papel fundamental no referido projeto, com apoio do escritório Municipal de Campo Grande, onde contamos com vários servidores qualificados no assunto para dar assistência técnica. Mais uma grande parceria entre governos estadual e municipal, com apoio da bancada federal. O projeto hortas urbanas tem como objetivo a produção de alimentos mais saudáveis de forma sustentável integrando os alunos e as famílias a escola e a comunidade de maneira que cada um irá contribuir para o projeto e que a soma desses esforços possa gerar renda", explicou a diretora executiva da Agraer Gisele Alves Ferreira Farias.


O projeto completo tem meta de revitalizar e reorganizar 80 hortas comunitárias já implantadas, criar 40 novas hortas e implantar cinco pontos de comercialização até o final deste ano. Para 2020, serão 80 novas hortas, mais 10 pontos de comercialização, além do acompanhamento e assistência técnica e capacitação dos produtores, para os quais serão disponibilizados insumos como calcário, fertilizantes orgânicos e sementes, além de ferramentas, barracas e kits de irrigação.


Os recursos vêm de parceria do Governo do Estado com o Governo Federal, via Ministério da Agricultura, através de emenda do deputado Luiz Ovando.


Texto: Kelly Ventorim/Assessoria de Comunicação da Semagro

Fotos: Néia Maceno/Assessoria de Comunicação da Agraer

Siga
  • Facebook B&W
  • Google+ B&W
Posts Recentes