Agraer contribui para as moradias rurais em Ivinhema

14.09.2020

O Escritório da Agraer de Ivinhema vem elaborando projetos de financiamento para construção e reforma de moradias rurais beneficiando produtores de diversas glebas do município. São agricultores familiares que acessaram a linha de crédito para investimento do Pronaf e puderam realizar o sonho de ter uma habitação digna. Esses produtores são responsáveis por colocar na mesa dos brasileiros 70% dos alimentos consumidos no dia a dia.

 

Valdir Sartori e a esposa Marinês estão contentes em morar em uma casa construída no meio rural, onde sempre gostaram de morar. “Estamos morando no paraíso”, afirmou o casal de agricultores familiares. A propriedade tem 9,31 ha, onde a família cultiva a cafeicultura e a mandiocultura.

 

O casal Edval Francisco de Lima e Joselaine Lima, juntamente com a filha Flávia Lima, afirmam que o crédito do Pronaf proporcionou a realização do sonho, que é morar no campo de forma confortável. “Moramos no céu”, afirma o casal ao receber os técnicos da Agraer de Ivinhema, José Simeão e Valdeci Sebastião. Na propriedade de 2,11 há, exploram a cultura da mandioca e complementam a renda com outras atividades.

 

 Equipe da Agraer 

Coordenada pelo servidor José Simeão do Nascimento Filho, a equipe conta ainda com os servidores Arizoly Mendes e Teonília Pereira da Silva, que tem atendido os produtores que procuram a Agraer, observando todos os cuidados preconizados nessa época de pandemia, utilizando máscaras e álcool gel disponibilizados pela direção da agência e mantendo o distanciamento social.

 

Projeto de Crédito para Habitação

Segundo Simeão, todo o processo se inicia com o produtor verificando, na Agraer, se a Declaração de Aptidão do Produtor - DAP está ativa, e se o seu cadastro no Banco do Brasil está atualizado. De posse de um orçamento da obra e a da planta baixa, o produtor retorna à Agraer para a elaboração do projeto de crédito.

 

O teto de financiamento é de R$ 50.000,00 tanto para construção quanto para reforma, podendo ser complementado com recurso próprio, no caso de um orçamento que exceda esse valor. A taxa de juro é de 4,0% ao ano e o prazo é de 10 anos para o pagamento. Vale destacar que, em Ivinhema, em função das parcerias locais, a disponibilidade da planta técnica do imóvel tem sido facilitada ao produtor.

 

Até o momento, nove famílias foram beneficiadas com um montante de R$ 300.000,00 liberados.

 

Por: Sandro Polloni (Agraer de Nova Andradina) e José Simeão do Nascimento Filho (Agraer de Ivinhema)

Fotos: Valdeci Sebastião (Agraer de Ivinhema)

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Siga
  • Facebook B&W
  • Google+ B&W

Posts Sinterpa