Posts Sinterpa

Agricultores familiares prejudicados com tempestade são auxiliados por equipe da Agraer


A equipe técnica da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), regional de Ponta Porã, está monitorando os agricultores familiares prejudicados com uma tempestade de granizo que causou a devastação de lavouras de milho e afetou a produção de frutas, hortaliças e as pastagens para o gado na região. A tempestade atingiu os municípios de Ponta Porã e Antônio João na última sexta-feira, 22 de abril.


De acordo com o coordenador Regional da Agraer em Ponta Porã, Antônio Carlos Peixoto, aproximadamente 500 produtores rurais dos assentamentos Itamarati I e II tiveram suas atividades produtivas afetadas, sendo que a produção do milho safrinha foi a mais prejudicada.


“A maioria das lavouras de milho safrinha atingidas estava em sua fase reprodutiva e parte em enchimento de grãos”, destacou Peixoto.


Os técnicos acompanharam produtores que tiveram perdas de até 100% e outros com menor proporção. Para minimizar as perdas, a Agraer está orientando os produtores e elaborando laudos técnicos que comprovam os prejuízos para encaminhar aos agentes financeiros.


“Alguns produtores possuem seguro agrícola ou o Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro), sendo que, nesses casos, é recomendado acionar as seguradoras e realizar a comunicação de perdas”, detalhou o coordenador.


A equipe é composta por quatro técnicos da Agraer que monitoram os impactos na produção de grãos, fruticultura, olericultura, pecuária de corte e de leite.


Por: Assessoria de Comunicação da Agraer

Fotos: Escritório da Agraer de Ponta Porã