Posts Sinterpa

Seminário Nacional em comemoração à Semana da Agricultura Familiar será no dia 26


A Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (Contag), Federações e Sindicatos irão realizar o Seminário Nacional para celebrar a Semana da Agricultura Familiar, no dia 26 de julho, às 14 horas (horário de Brasília), pelo Zoom.


A Semana da Agricultura Familiar foi instituída pela Lei nº 13.776/2018, tendo por referência a data de 24 de julho, dia em que foi publicada a Lei nº 11.326/2006, também conhecida como a Lei da Agricultura Familiar, e também tem o objetivo de potencializar a Década da Agricultura Familiar.


“Será uma oportunidade para dialogarmos sobre o importante papel da agricultura familiar no combate à fome, contribuindo diretamente na garantia da soberania e segurança alimentar e nutricional com a produção de alimentos saudáveis, sobre o desenvolvimento rural sustentável e solidário, entre outros temas. Contamos com a participação das nossas lideranças, assessorias, organizações parceiras e a sociedade em geral. Vamos celebrar e valorizar a nossa agricultura familiar. Afinal, quem não vive da agricultura familiar, depende dela para viver!”, destacou o presidente da Contag, Aristides Santos.


Faça a sua inscrição com antecedência para o Seminário Nacional em Comemoração da Semana da Agricultura Familiar, através do link: https://bit.ly/3urh6fr


Década da Agricultura Familiar

Todo dia no seu café, almoço e no jantar têm alimentos produzidos por agricultores e agricultoras familiares. São homens e mulheres, jovens ou idosos/as, que trabalham do amanhecer ao anoitecer e, com apenas 23% das terras agricultáveis, produzem 70% dos alimentos que vão à mesa dos brasileiros e brasileiras.


A resistência, o protagonismo e a força do trabalho destes homens e mulheres mantêm a multifuncionalidade da agricultura familiar na produção de alimentos, na preservação dos recursos naturais, do meio ambiente, da cultura e dos saberes das comunidades tradicionais que caracterizam esta grande nação.


Segundo dados do IBGE, a agricultura familiar mantém 10,1 milhões postos de trabalho e sua produção representa 23% do PIB agropecuário e transfere mais recursos (em 70% dos municípios) do que o Fundo de Participação (FPM), dinamizando a econômica de 90% dos municípios com até 20 mil habitantes.


Os dados da FAO mostram que a agricultura familiar camponesa e indígena produz 80% dos alimentos consumidos pelas populações do mundo. Reconhecendo sua importância estratégica no combate à pobreza e à fome, as Nações Unidas decretaram a Década da Agricultura Familiar (2019 a 2028) recomendando aos governos e organizações dos países-membros a instituírem uma agenda comum pelo fortalecimento e valorização do trabalho dos agricultores e agricultoras familiares na produção de alimentos, indispensáveis para a saúde e a vida de suas populações.

Fonte: Contag e Faser

Foto: Alexey Hulsov/Pixabay