Posts Sinterpa

Selecionados os produtores e expositores que participam neste ano do projeto Mercado Escola


Foram divulgados os nomes dos produtores e expositores que participarão do projeto de extensão Mercado Escola: ciência e tecnologia no fortalecimento da agricultura familiar em tempos de pandemia.


“O Mercado Escola é um programa institucional da Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Esporte (Proece) que visa o atendimento dos pequenos produtores de Campo Grande e região e também uma circulação de produtos e conhecimentos em âmbito estadual”, explica o pró-reitor de Extensão, Cultura e Esporte Marcelo Fernandes. Em breve, o Mercado Escola deve ganhar espaço exclusivo na Cidade Universitária.


Uma das ações que integra esse projeto de extensão é a exposição e comercialização de produtos agroecológicos, orgânicos e de economia criativa na Cidade Universitária, por meio do Projeto Semente: Feira Agroecológica e Economia Criativa da UFMS.


Com a pandemia e a impossibilidade de manter a Feira no formato que sempre ocorreu, deve ser implementado o sistema de drive-thru para atender a população interessada em adquirir os produtos oferecidos pelos 29 selecionados.


“O processo seletivo foi bastante efetivo, tivemos várias inscrições e a comissão avaliadora levou em consideração na escolha a diversidade de produtos que não vinham sendo comercializados anteriormente na Feira. Assim, vamos atender uma demanda de incorporar no projeto novos elementos e fortalecer ainda mais o espaço. Foi muito positivo e atendeu às nossas necessidades”, diz a coordenadora da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares (ITCP) da UFMS Mirian Aveiro.


Mirian explica que após a entrevista, feita de forma remota, será realizada uma reunião presencial, respeitando todas as normas de biossegurança, para repassar as orientações sobre a permanência no espaço, rotina de higienização, controle e apresentação de produtos com o objetivo de satisfazer os produtores e os consumidores.


“A primeira edição do drive-thru deve acontecer no dia 28 de maio, das 7h às 12h, na região do Autocine”, explica Mirian. De acordo com ela, as edições serão semanais, sempre às sextas-feiras pela manhã até o fim de outubro.


“Serão seis meses de atendimento. Depois disso faremos uma avaliação para saber quais as demandas e propostas. Teremos a oferta de artesanatos, alimentos processados como derivados do leite e pães, também teremos oferta de produtos veganos, vegetarianos, de plantas alimentícias não convencionais, as Pancs, que estão sendo muito procuradas. Além da oferta de hortifrútis dentro de uma linha agroecológica e orgânica certificados. Será uma variedade grande de oferta que deve atender bem os consumidores. Contamos com a participação dos nossos clientes que já conhecem a qualidade dos produtos e também daqueles que ainda não conhecem a nossa Feira”, ressalta Mirian.


A coordenadora da ITCP destaca que haverá limite de acesso dos carros por hora e todas as normas sanitárias que o momento da pandemia exige. “Esperamos todos vocês para que possamos continuar a ofertar esse espaço alternativo para proporcionar uma alimentação mais saudável aos campo-grandenses”, conclui.


Expositores

Valmira Garcia Oliveira representa a Associação de Educação Especial Marcelo Takahashi, Escola Colibri, que participa pela primeira vez do projeto. “Achei espetacular a ideia de expor e dar oportunidade de fomentar a economia dos participantes empreendedores”, conta Valmira.


Para a Feira, devem ser levados produtos como: sacolas retornáveis, jogos americanos, puxa saco e caminhos de mesa. “Esperamos atingir um número significativo de venda e dar visibilidade aos produtos e projeto Costurando sonhos, contando histórias e promovendo a sustentabilidade, do qual participam mães e usuários do serviço social institucional”, diz Valmira.


Há dez anos participando da Feira, Eva da Silva Andrade fala que 2020 foi um ano difícil, mas espera que esse novo formato incremente às vendas. Ela expõe produtos da horticultura agroecológica.


“Estávamos bem desestabilizados e o projeto ajudou muito durante esses anos. Temos capacitação e somos ajudados em tudo que precisamos. Sem a Feira, por causa da pandemia, foi um ano muito difícil, pois contávamos com o dinheiro das vendas. Nossas expectativas são as melhores, temos esperança que dê tudo certo!”, fala Eva.


Saiba mais

Clique aqui para conferir o edital com a relação dos selecionados. Dúvidas podem ser encaminhadas para o e-mail itcp@ufms.br


Texto: Vanessa Amin/Assessoria de Comunicação da UFMS

Foto: Th G/Pixabay